Editor da Editora Letras & Letras


18 DE ABRIL - DIA NACIONAL DO LIVRO INFANTIL

   MONTEIRO LOBATO



              " Um país se faz com homens e livros "
                              (Monteiro Lobato)


José Bento Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1882, em Taubaté, no Vale do Paraíba. Estreou no mundo das letras com pequenos contos para os jornais estudantis dos colégios Kennedy e Paulista.

No curso de Direito da Faculdade do Largo São Francisco, em São Paulo, dividiu-se entre suas principais paixões: escrever e desenhar. Colaborou em publicações dos alunos, vencendo um concurso literário promovido em 1904 pelo Centro Acadêmico XI de Agosto.
Morou na república do Minarete, liderou o grupo de colegas que formou o Cenáculo e mandou artigos para um jornalzinho de Pindamonhangaba, que tinha como título o mesmo nome daquela moradia de estudantes.
Nessa fase de sua formação, Lobato realizou as leituras básicas e entrou em contato com a obra do filósofo alemão Nietzsche, cujo pensamento o guiaria vida afora.
Viveu um tempo como fazendeiro, foi editor de sucesso, mas foi como escritor infantil que Lobato despertou para o mundo em 1917.
Escreveu, nesse período, sua primeira história infantil, "A menina do narizinho arrebitado". Com capa e desenhos de Voltolino, famoso ilustrador da época, o livrinho, lançado no natal de 1920, fez o maior sucesso. Dali nasceram outros episódios, tendo sempre como personagens Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Anastácia e, é claro, Emília, a boneca mais esperta do planeta.
Insatisfeito com as traduções de livros europeus para crianças, ele criou aventuras com figuras bem brasileiras, recuperando costumes da roça e lendas
Do folclore nacional. E fez mais: misturou eles todos com elementos da literatura universal, da mitologia grega, dos quadrinhos e do cinema.
No Sítio do Picapau Amarelo, Peter Pan brinca com o Gato Félix, enquanto o saci ensina truques a Chapeuzinho Vermelho no país das maravilhas de Alice. Mas Monteiro Lobato também fez questão de transmitir conhecimento e idéias em livros que falam de história, geografia e matemática, tornando-se pioneiro na literatura paradidática - aquela em que se aprende brincando.
Trabalhando a todo vapor, Lobato teve que enfrentar uma série de obstáculos. Primeiro, foi a revolução dos Tenentes que, em julho de 1924, paralisou as atividades da sua empresa durante dois meses, causando grande prejuízo. Seguiu-se uma inesperada seca, obrigando a um corte no fornecimento de energia.
O maquinário gráfico só podia funcionar dois dias por semana.
E numa brusca mudança na política econômica, Arthur Bernardes desvalorizou a moeda e suspendeu o redesconto de títulos pelo Banco do Brasil. A conseqüência foi um enorme rombo financeiro e muitas dívidas. Só restou uma alternativa a Lobato: pedir a autofalência, apresentada em julho de 1925. O que não significou o fim de seu ambicioso projeto editorial, pois ele já se preparava para criar outra empresa.
Assim surgiu a Companhia Editora Nacional. Sua produção incluía livros de todos os gêneros, entre eles traduções de Hans Staden e Jean de Léry, viajantes europeus que andaram pelo Brasil no século XVI. Lobato recobrou o antigo prestígio, reimprimindo nela sua marca inconfundível: fazer livros bem impressos, com projetos gráficos apurados e enorme sucesso de público.
Sofreu perseguições políticas na época da ditadura, porém conseguiu exílio político em Buenos Aires. Lobato estava em liberdade, mas enfrentava uma das fases mais difíceis da sua vida. Perdeu Edgar, o filho mais velho, e presenciou o processo de liquidação das companhias que fundou e, o que foi pior, sofreu com a censura e atmosfera asfixiante da ditadura de Getúlio Vargas.
Partiu para a Argentina, após associar-se à Brasiliense e editar suas Obras Completas, com mais de dez mil páginas em trinta volumes das séries adulta e infantil. Regressa de Buenos Aires, em maio de 1947, para encontrar o país às voltas com situações conflituosas do governo Dutra. Indignado, escreveu "Zé Brasil".
Nele, o velho Jeca Tatu, preguiçoso incorrigível, que Lobato depois descobriu vítima da miséria, vira um trabalhador rural sem terra. Se antes o caipira lobatiano lutava contra doenças endêmicas, agora tinha no latifúndio e na distribuição injusta da propriedade rural seu pior inimigo.
Os personagens prosseguiam na luta, mas seu criador já estava cansado de tantas batalhas. Monteiro Lobato sofreu dois espasmos cerebrais e, no dia 4 de julho de 1948, virou "gás inteligente" - o modo como costumava definir a morte.


Foi-se aos 66 anos de idade,
Deixando uma imensa obra para crianças,
Jovens e adultos,
E o exemplo de quem passou
A existência sob a marca do inconformismo.



Escrito por Carlos José Linardi às 15h20
[   ] [ envie esta mensagem ]




FNDE vai ampliar compra de material escolar por meio de pregão eletrônico

Amanda Cieglinski
Da Agência Brasil
Em Brasília

O FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) vai organizar a aquisição de móveis escolares, uniformes, cadernos e até bicicletas em 2010. O modelo de compras por meio de pregão eletrônico, segundo o órgão, reduz o preço dos produtos e garante mais “transparência” ao processo.

A experiência começou em 2008 na aquisição de ônibus escolares. O modelo funciona da seguinte forma: o FNDE organiza um pregão eletrônico do qual participam fabricantes de todo o país, a partir de especificações determinadas pelo fundo para cada produto. Após essa fase, fechados os valores, as secretarias estaduais e municipais de Educação podem aderir ao registro de preços e fazer a compra dos materiais.

Segundo José Carlos Freitas, diretor de administração e tecnologias do FNDE, aquisições continuadas e de grande volume garantem preços menores. “Os equipamentos que envolvem os sistemas educacionais terminam sendo comuns: toda escola deve adotar uniforme, todas as crianças precisam ser transportadas. Identificamos que as secretarias tinham dificuldade na execução dessas compras, tanto no aspecto das especificações de qualidade, quanto no próprio processo legal”, explica Freitas.

Atualmente, Estados e municípios podem comprar, por meio do FNDE, ônibus e móveis escolares. Já estão sendo organizados os registros de compras para uniformes e cadernos, além de bicicletas. Os veículos também serão utilizados para o transporte escolar dos alunos. A adesão deve ser feita pelo site do fundo.

De acordo com Freitas, uma das vantagens desse modelo de compras é garantir um padrão mínimo de qualidade para os produtos. No caso dos ônibus, por exemplo, os fabricantes seguem padrões de segurança e conforto determinados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial). As carteiras também foram fabricadas a partir de estudos ergonômicos e são adaptadas para alunos de alturas diferentes.

Para Freitas, a economia está não só nos preços mais baixos, mas na redução do número de licitações que é feita pelos municípios. Na avaliação dele, o interesse por essa modalidade de compra tem sido grande. No caso dos ônibus escolares, já foram adquiridos 5.721 veículos para 2.697 municípios.



Escrito por Carlos José Linardi às 16h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




Golpe usa nome do MEC para premiar escolas; assista

da Reportagem Local

Hoje na Folha Um obscuro instituto da Grande São Paulo vende, por cerca de R$ 2.000, um "prêmio" educacional com falso aval do Ministério da Educação. Anualmente, 150 escolas, supletivos e faculdades compram o direito de ser premiadas como as "melhores instituições de ensino do Brasil", à revelia do ministério. Tal raking, na verdade, não existe.

É o que informa reportagem de Ricardo Gallo publicada nesta segunda-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL). O MEC pedirá que a Polícia Federal investigue o caso.

Entre as premiadas, estão faculdades reprovadas pelo MEC, além de colégios mal classificados no Enem, exame que avalia o ensino médio. Instituições que recebem o prêmio disseram não saber que não havia aval do Ministério da Educação.

A premiação existe desde 2005. Luís Renato Nogueira, dono do Instituto Brasileiro de Pesquisa de Qualidade Gomes Pimentel, admitiu que usa dados não oficiais e disse que cobra só convites adicionais para o evento do prêmio.

O ministério pedirá para a Polícia Federal investigar o caso e tomará as "providências
judiciais cabíveis". Por meio da assessoria de imprensa, o ministro Fernando Haddad se disse perplexo. O MEC disse que fará campanha para divulgar em todo o Brasil índices oficiais, de modo a evitar o uso indevido de dados federais.

A premiação foi em novembro, em um bufê no Tatuapé (zona leste de SP). O paraninfo foi um homem que disse representar o ministro Fernando Haddad --chamado de "Haddads" (veja vídeo da falsa premiação a seguir).

 

Leia a reportagem completa na Folha desta segunda-feira, que já está nas bancas.



Escrito por Carlos José Linardi às 10h31
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  21/02/2016 a 27/02/2016
  13/12/2015 a 19/12/2015
  08/11/2015 a 14/11/2015
  16/08/2015 a 22/08/2015
  19/07/2015 a 25/07/2015
  28/06/2015 a 04/07/2015
  07/06/2015 a 13/06/2015
  22/02/2015 a 28/02/2015
  14/12/2014 a 20/12/2014
  23/11/2014 a 29/11/2014
  26/10/2014 a 01/11/2014
  05/10/2014 a 11/10/2014
  17/08/2014 a 23/08/2014
  29/06/2014 a 05/07/2014
  23/03/2014 a 29/03/2014
  26/01/2014 a 01/02/2014
  08/12/2013 a 14/12/2013
  27/10/2013 a 02/11/2013
  29/09/2013 a 05/10/2013
  04/08/2013 a 10/08/2013
  16/06/2013 a 22/06/2013
  28/04/2013 a 04/05/2013
  03/03/2013 a 09/03/2013
  03/02/2013 a 09/02/2013
  20/01/2013 a 26/01/2013
  16/12/2012 a 22/12/2012
  18/11/2012 a 24/11/2012
  14/10/2012 a 20/10/2012
  30/09/2012 a 06/10/2012
  23/09/2012 a 29/09/2012
  02/09/2012 a 08/09/2012
  19/08/2012 a 25/08/2012
  05/08/2012 a 11/08/2012
  29/07/2012 a 04/08/2012
  15/07/2012 a 21/07/2012
  24/06/2012 a 30/06/2012
  27/05/2012 a 02/06/2012
  22/04/2012 a 28/04/2012
  08/04/2012 a 14/04/2012
  01/04/2012 a 07/04/2012
  18/03/2012 a 24/03/2012
  11/03/2012 a 17/03/2012
  04/03/2012 a 10/03/2012
  19/02/2012 a 25/02/2012
  15/01/2012 a 21/01/2012
  08/01/2012 a 14/01/2012
  11/12/2011 a 17/12/2011
  04/12/2011 a 10/12/2011
  20/11/2011 a 26/11/2011
  06/11/2011 a 12/11/2011
  23/10/2011 a 29/10/2011
  16/10/2011 a 22/10/2011
  09/10/2011 a 15/10/2011
  25/09/2011 a 01/10/2011
  11/09/2011 a 17/09/2011
  28/08/2011 a 03/09/2011
  21/08/2011 a 27/08/2011
  14/08/2011 a 20/08/2011
  31/07/2011 a 06/08/2011
  24/07/2011 a 30/07/2011
  10/07/2011 a 16/07/2011
  26/06/2011 a 02/07/2011
  19/06/2011 a 25/06/2011
  12/06/2011 a 18/06/2011
  05/06/2011 a 11/06/2011
  22/05/2011 a 28/05/2011
  15/05/2011 a 21/05/2011
  24/04/2011 a 30/04/2011
  10/04/2011 a 16/04/2011
  03/04/2011 a 09/04/2011
  27/03/2011 a 02/04/2011
  13/03/2011 a 19/03/2011
  06/03/2011 a 12/03/2011
  20/02/2011 a 26/02/2011
  13/02/2011 a 19/02/2011
  06/02/2011 a 12/02/2011
  30/01/2011 a 05/02/2011
  09/01/2011 a 15/01/2011
  12/12/2010 a 18/12/2010
  05/12/2010 a 11/12/2010
  21/11/2010 a 27/11/2010
  07/11/2010 a 13/11/2010
  24/10/2010 a 30/10/2010
  17/10/2010 a 23/10/2010
  03/10/2010 a 09/10/2010
  19/09/2010 a 25/09/2010
  12/09/2010 a 18/09/2010
  29/08/2010 a 04/09/2010
  22/08/2010 a 28/08/2010
  08/08/2010 a 14/08/2010
  01/08/2010 a 07/08/2010
  25/07/2010 a 31/07/2010
  18/07/2010 a 24/07/2010
  11/07/2010 a 17/07/2010
  04/07/2010 a 10/07/2010
  27/06/2010 a 03/07/2010
  20/06/2010 a 26/06/2010
  06/06/2010 a 12/06/2010
  30/05/2010 a 05/06/2010
  23/05/2010 a 29/05/2010
  16/05/2010 a 22/05/2010
  02/05/2010 a 08/05/2010
  25/04/2010 a 01/05/2010
  18/04/2010 a 24/04/2010
  11/04/2010 a 17/04/2010
  28/03/2010 a 03/04/2010
  21/03/2010 a 27/03/2010
  14/03/2010 a 20/03/2010
  07/03/2010 a 13/03/2010
  28/02/2010 a 06/03/2010
  21/02/2010 a 27/02/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  24/01/2010 a 30/01/2010
  13/12/2009 a 19/12/2009
  29/11/2009 a 05/12/2009
  15/11/2009 a 21/11/2009
  08/11/2009 a 14/11/2009
  01/11/2009 a 07/11/2009
  25/10/2009 a 31/10/2009
  18/10/2009 a 24/10/2009
  11/10/2009 a 17/10/2009
  27/09/2009 a 03/10/2009
  20/09/2009 a 26/09/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  06/09/2009 a 12/09/2009
  23/08/2009 a 29/08/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  02/08/2009 a 08/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  14/06/2009 a 20/06/2009
  07/06/2009 a 13/06/2009
  31/05/2009 a 06/06/2009
  24/05/2009 a 30/05/2009
  17/05/2009 a 23/05/2009
  10/05/2009 a 16/05/2009
  03/05/2009 a 09/05/2009
  26/04/2009 a 02/05/2009
  19/04/2009 a 25/04/2009
  12/04/2009 a 18/04/2009
  05/04/2009 a 11/04/2009
  29/03/2009 a 04/04/2009
  22/03/2009 a 28/03/2009
  15/03/2009 a 21/03/2009
  22/02/2009 a 28/02/2009
  08/02/2009 a 14/02/2009
  01/02/2009 a 07/02/2009
  18/01/2009 a 24/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  04/01/2009 a 10/01/2009
  14/12/2008 a 20/12/2008
  07/12/2008 a 13/12/2008
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  09/11/2008 a 15/11/2008
  19/10/2008 a 25/10/2008
  12/10/2008 a 18/10/2008
  28/09/2008 a 04/10/2008
  21/09/2008 a 27/09/2008
  14/09/2008 a 20/09/2008
  07/09/2008 a 13/09/2008
  31/08/2008 a 06/09/2008
  24/08/2008 a 30/08/2008
  10/08/2008 a 16/08/2008
  03/08/2008 a 09/08/2008
  27/07/2008 a 02/08/2008
  20/07/2008 a 26/07/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  08/06/2008 a 14/06/2008
  01/06/2008 a 07/06/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  11/05/2008 a 17/05/2008
  04/05/2008 a 10/05/2008
  27/04/2008 a 03/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  18/12/2005 a 24/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog